Geral

A itália se recusa a expulsar o capitão do navio, dos migrantes – comunicado de imprensa A7 Internacional

O ativista foi liberado após eles atracar no porto sem autorização por Guglielmo Mangiapane/ (Reuters) – 2.7.2019

O gabinete do procurador de Agrigento, na Sicília, se recusou na quarta-feira (3) assinar o decreto de expulsão, o capitão do navio, da ONG alemã Mar Watch (hrw), Carola Rackete, que é emitido pelo ramo do governo com os desejos do ministério do Interior, Itália, Matteo Salvini, depois que ele foi lançado.

O porta-voz da ONG, na Itália, Giorgia Linardi, ele confirmou em uma coletiva de imprensa sobre a decisão do ministério público, que, temporariamente, não comparecer para o decreto de expulsão, ou, pelo menos, até o dia 9 de julho, quando o capitão do navio, o Mar Relógio é um 3, se presente, para depor em processo de investigação, iniciada pelo crime de incentivar a imigração ilegal.

Foi na Itália, Alessandra Vella, ele deixou o capitão em liberdade ontem, quando não c-a prisão no último sábado para começá-lo sem a permissão do porto italiana de Lampedusa, com o objetivo de pouso no 40 os imigrantes que estavam a bordo do navio.

Giorgio confirmou que Carola foi movido para um “lugar seguro” para protegê-los de atenção da mídia, mas não menciona as “ameaças”, e acrescentou que ela ainda está na Itália, mas isso não garante que ele irá permanecer no país para o próximo par de horas, pois ela é uma mulher livre”.

“Carola tem de tomar seu tempo, e depois de quatro dias de isolamento. Para entender o que aconteceu e também para atender duas das investigações”, acrescentou, Giorgio.

Um porta-voz do Mar Wacth disse que depois de sua prisão, Carola estava preocupado com o tempo, se os imigrantes não tinham sido capazes de terra.

A decisão de ontem do juiz na Itália provocou a ira da Salvini, que o acusou de uma parte dos membros do poder judiciário, a partir do “político”, e descreveu a situação como “uma vergonha”.

“Você violou a lei, em perigo as vidas de soldados, e agora está livre. Voltar para a Alemanha e para a causa dos problemas de lá e colocar em perigo a vida daqueles que defender o país”, acrescentou o ministro italiano.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757