Geral

A receita que o estado vai arrecadar us$ 1 bilhão em 2018, diz Sindifisco – Online – A7 Jornal de Escolha

O estudo mostra que a sala de armazenamento, com impostos, foi de R$ 9,7 bi (no primeiro trimestre de 2019

Um estudo do Sindicato dos Funcionários do fisco do Estado de Goiás (Sindifisco-GO) apontou que houve um aumento na coleção do estado mais de us$ 1 bilhão em receitas em comparação com o ano de 2018. A única receita fiscal foi de R$ 9,7 bilhões.

O destaque do período é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços, Transporte, inter-Estadual e intermunicipal e de Comunicação (ICMS), com receita total de us$ 8,27 bilhões, 10,64% a mais que no primeiro semestre do ano de 2018. Em seguida, há o Imposto sobre a Propriedade de Veículos automotores (ipva), com us$ 671 milhões, um 9,20% a mais que no mesmo período do ano anterior.

O único tributo, que relatou um declínio na receita foi o Imposto sobre a transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer bens ou Direitos (ITCD), 3,02% menor do que no primeiro semestre deste ano. O declínio pode ser explicado, em parte, pelo benefício da redução da base de cálculo, como era no mesmo período do ano anterior, incentivando a cobrança de imposto de renda no momento.

A outra receita é excelente, o fundo irá Proteger o estado de Goiás, que tem crescido 48,23% de janeiro a junho deste ano, cerca de us$ 106 milhões a mais do que no mesmo período do ano anterior. Para a maior parte, isto é devido ao aumento das taxas acordadas entre o governo e os empresários, no final do ano. No entanto, a receita esperada no fundo no primeiro mês após o termo do contrato (maio) de R$ 84 milhões, faturou apenas us$ 53 milhões no mesmo mês, indicando que o valor projetado de R$ 1 bilhão, o que não poderia ser alcançado até o final de 12 meses.

Os números são celebrados pelo presidente do Sindicato dos Funcionários do fisco do Estado de Goiás (Sindifisco-GO) e Paulo Sérgio do Carmo. “O resultado do trabalho incansável dos revisores oficiais de contas em goiás, o que não é, no entanto, até o ponto de que eles não receberam um salário no mês de dezembro, foram servindo fielmente a missão do Estado”, disse ele.

“Entendemos também que é fundamental que o serviço de receita interna para operar em setores estratégicos relacionados com a gestão e o controle da aplicação dos recursos decorrentes da cobrança de um imposto, uma vez que, por conta da alta capacidade técnica de seus membros para alcançar seria uma maior eficiência na equação para o imposto no estado”, concluiu.

(Com informações do gabinete do Sindifisco)

O post departamento de Receitas a faturar us$ 1 bilhão em 2018, diz Sindifisco ele apareceu pela primeira vez no Jornal da Escolha.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757