DestaqueNotíciasSaúde

Ampliação do teste de pezinho na rede pública pode ser aprimorada

Nesta quarta-feira 02, especialistas participam de uma comissão para o Ministério da Saúde aprimorar os procedimentos do “Teste do Pezinho”.

O Programa de Triagem Neonatal, que faz diagnóstico precoce de doenças em recém-nascidos.

A presidente da União dos Serviços de Referência em Triagem Neonatal, Helena Pimentel, explicou que, a versão do teste do pezinho atualmente disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) detecta apenas seis doenças: fenilcetonúria; hipotireoidismo congênito; doenças falciformes e outras hemoglobinopatias; fibrose cística; hiperplasia adrenal congênita; e deficiência de biotinidase.

Agora versão ampliada, oferecida na rede privada, pode identificar cerca de 50 doenças.

Consultora de Erros Inatos do Metabolismo a médica geneticista Flávia Piazzon defendeu importância de atualização constante do programa.

A detecção precoce de doenças não deve depender de uma política pública estática.

A fenilcetonúria, por exemplo, precisa ser identificada quanto antes, já que o tratamento tem efeito retardado, disse Flávia Piazzon.

Tempo é muito importante porque, nessa nova área de doenças, se não atuarmos em uma, duas semanas de vida, essa criança vai morrer ou ficar em uma UTI, necessitando de cuidados extremos por anos alertou.

Em 2008, a Lei Distrital 4.190 estabeleceu que toda criança nascida nos hospitais e demais estabelecimentos de atenção à saúde de gestantes da rede pública de saúde do Distrito Federal tem direito ao teste. A coleta acontece nas maternidades, antes da alta hospitalar.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757