Geral

Após os protestos dos guardas, o secretário reafirma que não haverá demissões nas Cidades – R7 Folha Vitória

Foto: Ademir Ribeiro/Secom Folha Vitória, Folha Vitória

Na manhã de segunda-feira (01), os representantes do Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários), eles fizeram um protesto contra o movimento do ônibus do Transcol, na ausência do condutor. De acordo com os representantes, uma das principais preocupações no que respeita ao emprego de trabalhadores.

Em face das notícias, e da controvérsia em torno do novo treinador do sistema Transcol, em Victoria, o secretário para os Transportes e Obras Públicas do Espírito Santo, em Seu de Damasco, ele participou de um programa que Fala do Espírito Santo, da TV Vitória, onde esclareceu as dúvidas das pessoas.

Aqui estão os principais pontos discutidos foram:

Demissão Não haverá demissões. Temos isto em a estratégia do governador, onde há um processo de melhoria e modernização do sistema, sem qualquer rescisão do contrato de trabalho. Este é um processo. Estamos indo para absorver todo o trabalho de perna de dentro do sistema.

A nova parada de ônibus este ano, nossa previsão é que de 100 novos ônibus com ar-condicionado sem condutores. Nós já entregaram 20. A cada mês, 20 novos ônibus estão vindo para o sistema até o final do ano. Nos próximos três anos, serão mais de 500 novos ônibus. A partir de 1600 que temos no sistema (Transcol), até 600 vai ser com tais características é que eles vão operar nas linhas tronco.

A utilização da força de trabalho no Âmbito da implementação, todas as empresas têm escolas para motoristas de caminhão, a administração, para a mecânica. Estamos abrindo cursos de formação no Sest Senat para garantir que esses novos postos de trabalho. Supondo que todos os sistemas na cidade de Vitória e Vila Velha, que são deficitárias, você vai precisar de cada mão para trabalhar. Aqueles que estão no sistema, é não ser demitido. Vamos melhorar na categoria, de modo que eles podem realizar outras atividades dentro da empresa.

Os cartões Transcol Todas as cartas que já foram adotadas não precisa ser substituído. Quem fez a validação, ele já é o Bilhete Único em sua mão. Também vamos lançar e mostrar todas as funcionalidades. Eu uso todos os dias, ele já foi validado. Qualquer pessoa que tenha o cartão é gratuito, ele é o transporte, idosos, estudantes, cidadãos que servem nesses ônibus, e no novo validador

Os terminais temos vindo a trabalhar desde o meio de janeiro. Ele é parte do governo de reestruturação de todo o sistema. No terminal de História e já tem um projeto que está sendo feito, e Carapina, a Ceturb está agora a oferecer ações. As coisas que nós podemos fazer isso, você tem sido no ônibus. É uma série de melhorias. É um retorno para o investimento no sistema

Segurança estamos vendo. No ano passado, foram cerca de 300 assaltos a negociação coletiva, e este ano caiu para 200. É importante que o trabalho das câmaras de vigilância. A polícia está investigando. Estamos trabalhando duro para reduzir o crescimento de assalto no ônibus. Agora temos que ter o dinheiro para fora do tabuleiro, e assim melhorar a segurança, já que você não tem dinheiro circulando nos ônibus.

A compra de créditos para o Bilhete, o Único Que não tem o cartão, você será capaz de comprar em qualquer ponto do GVBus. Vamos ter várias formas diferentes de recarga, o que vai acontecer depois disso. Uma vez eu peguei o cartão, você será capaz de recarregar pela internet, por telefone. Isso irá reduzir o tempo de embarque do ônibus. Um processo eletrônico é muito mais rápida entrada em transportes públicos.

A integração Com a integração de Vitória e Vila Velha, você vai precisar de um processo para que as pessoas sejam capazes de poupar dinheiro durante a viagem. Agora, se você de alguém, você precisa pegar um ônibus para um dos “verdinhos” para uma Vitória e um Transcol, é necessário pagar as duas passagens. Quando você obter o Bilhete, Apenas para integrar o sistema, você irá pagar apenas uma passagem. Vamos ter um de um tipo.

Os caminhos e linhas, e Os estudos estão indo para mostrar-lhe uma necessidade. Temos linhas que são sobrepostas, e não vai ser mais preciso. Vamos modernizar e racionalizar todo o sistema, para dar mais linhas para onde você mais precisa, inferior direito onde você precisa, etc. É importante que a população entenda este processo, a fim de torná-lo mais fácil para a economia, e o tempo para o embarque e desembarque dos ônibus

As tecnologias de Hoje, os ônibus são equipados com a mais recente tecnologia, o que vai permitir que as portas sejam fechadas, se o veículo está acontecendo, por exemplo. Não estamos falando de um sistema onde, se eu tivesse um coletor de mais de 30 anos atrás, era um tipo diferente de veículo. Os treinadores são mais eficientes hoje. Muitas cidades já têm esse tipo de coletor. Não temos uma necessidade para este tipo de assistência [para o maestro, o driver].

A tendência de Linhares e Londres já tem uma certa percentagem do ônibus, sem um fio condutor, como em outras cidades do país. Em São Paulo, Brasília, Campinas, são paulo, etc. O brasil é o único país do mundo, praticamente, onde ainda existe o trabalho do coletor. Com a tecnologia, somos capazes de gerar uma infra-estrutura que é melhor sem tal força de trabalho, é não ser demitido. Vamos aproveitar outros recursos que o sistema precisa.

O valor do repasse para O preço do bilhete não muda. Não tem ar-condicionado no preço do bilhete. Qualquer pessoa que tenha qualquer tipo de cartão que você está indo para ser capaz de acessar o sistema através de bilhetagem eletrônica. As pessoas precisam buscar este cartão para ter acesso a atualizações.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757