Geral

Bolsonaro participou do general Augusto Heleno, depois de críticas do filho, Charles – Notícias – R7 Brasil

General Augusto Heleno, Antonio Cruz/Agência Brasil – 30.04.2019

O presidente, Jair, bolsonaro, falou a jornalistas na terça-feira (2) ao lado do ministro do GSI, general Augusto Heleno, em um sinal de que não há mal nenhum em ser um de seus principais aliados, após as críticas feitas por um de seus filhos, e o vereador Carlos bolsonaro, o desempenho da pasta, como no episódio da prisão de um sargento com a cocaína em Espanha.

Bolsonaro, no entanto, se recusou a comentar as declarações do público. Quando ele foi perguntado sobre os comentários, e do filho, e o presidente encerrou a discussão com a mídia depois de menos de 3 minutos de duração. Em seguida, os jornalistas perguntaram se o Heleno teria para falar sobre o assunto. “Eu não vou”, respondeu o ministro, como ele deixou o local.

Então, quando eu cheguei ao Ministério da Defesa para uma refeição, bolsonaro, também disse que não vai falar sobre a publicação da audiência. “Não, não, não. A questão para ele,” ele disse.

Na segunda-feira (1), Carlos criou um novo conflito com a ala militar do governo, ao criticar as ações do ISM. Em uma rede social, o membro do parlamento respondeu a um post sobre a prisão de um oficial do exército na força aérea, com 39 quilos de cocaína em Espanha nas últimas semanas.

“Por que você acha que eu não estou com os guardas? Principalmente fornecido pelo SIG?”, ele questionou o público. Sem mencionar diretamente o nome de Augusto Heleno, o vereador afirmou que a grande maioria dos membros do Gabinete de Segurança podem ser bem-intencionados, mas eles “estão ligadas a algo que você não acredita”.

O encontro com o Heleno, era para ser seguido por um almoço no Ministério da Defesa. Além disso, Fernando Azevedo e Silva, o ministro da Defesa, e a Helénica, contou com a presença de representantes das Três Forças – Exército, Marinha e força aérea.

Quando você sair do castelo, Jair, bolsonaro, confirmou que eles estavam falando sobre o sargento da força aérea pego com 39 quilos de cocaína foi nas últimas semanas, e que a investigação está em curso.

No exército, ele fez parte do grupo de apoio presidencial voo Osaka, no Japão, para uma reunião do G-20. De acordo com o presidente, uma equipe da força aérea está indo todo o caminho para a Espanha, para questionar os militares que tinham sido presos. “Nós pensamos que esta não é a primeira vez que o militar, indevidamente com as drogas”, disse ele.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757