Geral

Como um homem militar capturado com 37 quilos de cocaína na Espanha, arrancando-lhe a segurança para VER

No dia 24 de junho de 2019, o sargento, Manuel Silva Rodrigues, lançou, juntamente com uma comitiva presidencial, em Brasília, o avião de VC-2, da Força Aérea, do brasil e de todo o destino em Sevilha, Espanha. Naquele dia, ele estava antes de a tripulação, e partiu com os comissários de bordo, sem pesar sua bagagem de mão, uma mochila e um saco para o transporte de roupas. Já a bordo, o militar foi chamado para a atenção de seus colegas, porque eles enfiado na sua bagagem na última poltrona, onde permaneceu durante toda a viagem, como se estivesse protegendo o material. Quando você chegar no dia seguinte ao seu destino final, Scott, Rodrigues passou pelo processo de imigração, e que se refere ao instrumento como um raio-x do aeroporto, ele foi pego com 37 quilos de cocaína. O episódio acabou por ser um escândalo, e tisnou a imagem do Brasil no exterior. Seis meses após o incidente, o sargento virou-se para o réu para o tráfico de drogas, o international narcotics control board.

“O acusado, consciente e voluntariamente, transportados e vendidos, a quantidade total de 37 libras (trinta e sete e meio de libras) de uma substância entorpecente conhecida como cocaína, sem autorização e em conformidade com os requisitos legais e regulamentares, chegando à terra, com um entorpecentes na cidade espanhola de Sevilha, no dia 25 de junho de 2019, a conduta é prevista como uma tráfico internacional de Drogas”, diz o trecho da denúncia apresentada pelo ministério público, Jorge Augusto Caetano de Farias, em 19 de dezembro de 2019.

Para a acusação, recebeu no dia 8 de janeiro por um juiz, o que Foi Ótimo para Melo, dê uma olhada, por exemplo, baseou-se nos depoimentos das testemunhas e os laudos da perícia que você tenha confirmado na posse de substância entorpecente. Apesar de a conclusão do caso, há uma série de questões que ainda precisam ser abordadas. Um deles é o que estaria por trás de tal crime. Em conformidade com as diretrizes fornecidas pelas autoridades espanholas, o valor de mercado das drogas apreendidas atingiu 1,4 milhões de euros (6,3 milhões de dólares em valores da época. O volume atraído a atenção de pesquisadores. Quando perguntado no momento da prisão em flagrante, foi deixado no silêncio. E assim permaneceu durante toda a investigação dos fatos, e eles se recusam a dar qualquer tipo de explicação.

O Ministério Público Militar e a Polícia Federal iniciou uma devassa na vida de um sargento. Os pesquisadores analisaram o volume de negócios, pelo povo, e ouviu diversas testemunhas que tinham contato com os militares. Até agora, não foi descoberto que estava por trás do assassinato. Os pesquisadores para determinar se Silva e Rodrigues, ele iria se encontrar com outra pessoa, na Espanha. Por esta razão, eles pediram que as autoridades espanholas para acessar o conteúdo do telefone para o réu. Porém, este material ainda não foi divulgado. Entretanto, a PF vai empurrar um grupo de traficantes de drogas, atuando em vários países estariam envolvidos no caso. A defesa de Rodrigues, Silva negou que, no curso da investigação, ele negou ter cometido qualquer irregularidade.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757