Geral

Ele retrata um famoso erro judiciário em francês no século xix, aqui está o trailer | WATCH

O novo filme de Roman Polanski, um Oficial e um Espião, apenas recebeu a sua estreia no Brasil no dia 12 de março. A produção narra o caso de Dreyfus, um fracasso de justiça, que ocorreu na França no século xix, o que levou a um escândalo político de grandes proporções. A arbitrariedade com que demorou dez anos para ser corrigido, e levantou acusações de anti-semitismo e a cumplicidade, contra as figuras do alto escalão militar.

“As boas histórias que produzem ótimos filmes, e no Caso de Dreyfus, é uma excelente história. A história de um homem injustamente acusado, é fascinante, mas também é muito atual, devido ao aumento do anti-semitismo”, disse o diretor.

No final do século xix, o Capitão Alfred Dreyfus, foi um dos poucos judeus para ingressar no exército francês, a ser cobrada pela empresa para a compactuar com a Alemanha através de espionagem. Fechar atrás de portas fechadas, Dreyfus foi injustamente acusado de traição e condenado à prisão perpétua na ilha do Diabo.

Confira o trailer de um dos filmes lançados anteriormente para VER em primeira mão a Publicidade

A história é contada do ponto de vista do Coronel Picquart, o militar revelou para o quadro. “Toda a ação por parte de personagens diferentes e inesperadas reviravoltas, em Paris, e o nosso personagem principal seria na prisão. Era melhor contar a história do ponto de vista do Coronel Picquart, um dos personagens principais”, explicou o diretor sobre sua escolha.

Para tornar a história acessível para aqueles que não estão familiarizados, a narrativa foi construída na forma de uma investigação policial conduzida por Picquart, que não concordou com a sentença e o início de uma computação, independente de o caso.

“O público vai compartilhar em cada estágio da pesquisa, Picquart. E para todos os principais eventos que ocorreram são autênticos, bem como muito do que você disse, porque eles são retirados dos registros do contemporâneo”, conclui Tate.Publicidade

Em sua estreia no Festival de cinema de Veneza, O Oficial e o Espião, levou-os para casa quatro estatuetas: dois deles são relacionados à qualidade do leão de prata (como o júri e o prêmio da crítica, além de um prêmio que é dedicada a sua mensagem social, e o outro para a produção sustentável. CinemaFilme

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757