Geral

Emanuel anunciou esta semana o retorno do secretário – Cidades – R7 Gazeta Digital

o ministério público, Luis Antonio, Você Revista Digital

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDS), anunciou esta semana que se efetiva ou não, o atual procurador-geral do Município, Antônio Pôssas de Carvalho, tais como a secretaria municipal de Saúde. O ministério público tem vindo a servir interinamente, a pasta no final do ano passado, substituindo o ex-secretário Huark Correia, que ele deixou depois que ele surgiu, pós-Operação de Sangramento.

De acordo com as Notas, e o prazo de interino do gabinete do Pôssas de Carvalho já chegou ao fim. “Nós não estamos indo para obter o máximo de procurador-geral do Município, responsável pelo Departamento de Saúde. Ele venceu o prazo de interinidade, e eu quero resolver isso essa semana”, disse ele na segunda-feira (1).

Leia mais -, as DIFERENÇAS serão um candidato no Município de Cuiabá.

O pinheiro é, também não se descarta a possibilidade de manter Pôssas de Carvalho, secretário de Saúde. No entanto, no caso de ele deixar o gabinete do procurador-geral do estado. “Eu não acho que ele cumpriu a missão em caráter provisório, então agora é hora de dar uma dinâmica maior”, disse ele.

Como para as outras alterações na mesa, e o prefeito não descarta que “talvez haja um toque a mais para a” faixa dinâmica”.

Perguntado sobre o perfil que eles procuram para uma futura mudança de pessoal, senhor. Emanuel afirmou que eles não têm uma preferência entre técnica e política, em que toda a ação se passa em sua asa.

“Seja o que for, se você tiver uma, em linha com a visão de gestão, política, técnica e experiência, o que não é fora de linha para o gestor. Então não é que este assunto é do perfil do político, ou áreas técnicas. É por esta razão que o meu trabalho vai bem, vai bem, e é muito popular, e muitos dos suprimentos, desde que o mundo é o choro em crise”, ele argumenta.

No entanto, Emanuel Pinheiro e dizer que a mudança será para contemplar os partidos aliados, e a longo prazo. “Não há necessidade de alterar a secretaria, a fim de contemplar os aliados. Temos uma base sólida na Câmara, sem a necessidade de se fazer uma coisa, que o toma lá, dá cá. A nossa relação é altamente institucional, um republicano”, diz ele.

“Aquele que ajuda você a ganhar, ajuda você a regra, e a taxa de variação é normal, tivemos algumas, e se há necessidade de fazer isso é por causa do ethos de administrativos, e para melhorar a política e a entrega das obras”, acrescenta.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757