Geral

“Eu-eu não tive reação, eu comecei a chorar”, queixou-se o rapaz, que tinha suas empadinhas bateu no Terminal de Carapina – Cidades – R7 Folha Vitória

Foto: arquivo pessoal Folha Vitória, Folha Vitória

Do vendedor de móveis Igor Rodrigues de Sousa Soares, de 23 anos, que tinha suas empadinhas, autorizada pelo fiscal no Terminal de Carapina, Serra, falou com experiência em primeira mão com a equipe de reportagem do jornal online Folha Vitória na manhã de segunda-feira (9), minutos após o ocorrido.

O rapaz, que trabalha como vendedor de lá por cerca de um ano, e ele disse-lhes que ele estava no terminal por cerca de 30 minutos. Em um ponto, um guarda de segurança passou por ele, e o alertou sobre o imposto.

“Eu estive lá por cerca de meia hora. O guarda tinha passado por mim, e notificado de que eles estavam indo para pegar a minha encomenda. Minutos depois, ele chamou um imposto, e o dois de você vieram até mim…. Eles ocupavam o caixa de um lado, eu de outro e, em seguida, deixou-a cair no chão”, disse ele.

Só consegui sair de casa, com um 270 e tortas para venda. No momento em que, na confusão, ele tinha vendido cerca de 20 de salgadinhos e você apenas tentar uma perda de R$ 250 reais.

“Eu vender as tortas de us$ 1 dólar. Quando chegou, havia cerca de 250 na caixa, e tudo caiu no chão. Eu fiquei sem palavras, fiquei comovido até às lágrimas, e todo mundo que estava lá foi me ajudando como podia.”

Desempregado, ele ou ela faz a venda de seus meios de subsistência e também ajuda a mãe em casa. Ainda abalado, ele tirou e falou da felicidade de quem sequer conhecia. “O que eu tiro com a tortas, eu também posso ajudar em casa, minha mãe e eu a vida. Não foi capaz de encontrar um trabalho, é difícil, muito difícil, então eu comecei a vender cerca de um ano atrás, durante os terminais das Montanhas, e também na parte Antiga da Cidade. Na época, eu estava emocionado, porque o mundo começou a me ajudar. Não, eu não tenho palavras para agradecer.” Compreender a natureza do caso,

Um vendedor de rua suas empadinhas foi jogado ao chão por um ônibus municipais no Terminal de Carapina, na Serra. Na confusão que aconteceu na manhã desta terça-feira (9 de maio), e colocar todos os passageiros que estavam passando.

Um estudante, que estava em seu caminho para a escola, disse que viu uma hornet, e ele parou para descobrir o que era. Neste ponto, uma das pessoas disse que os bens do homem que ele tinha sido ignorados intencionalmente.

“Eu estava indo para ir para a faculdade. Quando eu fui para passar de uma plataforma a outra, notei um grupo de cerca de 50 pessoas, e um vendedor de rua, com um semblante triste. Perguntei a uma pessoa o que ela estava falando e disse que um imposto foi derrubado intencionalmente, em seguida, as tortas que a pessoa mais jovem a viajar”, disse ele.

Logo após o incidente, várias imagens foram postadas em redes sociais e internet, tenha mostrado muita raiva também. “Isso é para os meus amigos, eu costumava ver os vendedores de rua são tratados como lixo”, disse uma pessoa que presenciou o evento.

A notícia entrou em contato com a Ceturb para descobrir no que diz respeito à conduta do imposto, mas até agora não recebi uma resposta.

Leia também:

& gt;> Empatia! O vídeo mostra as pessoas que ajudam a um vendedor que teve suas empadinhas jogado no chão

Assista ao vídeo!

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757