Geral

França diz que “não está pronto” para aprovar um acordo com o Mercosul – uma nova A7 Internacional

França comentou sobre o acordo com o Mercosul, a REUTERS/Yves Herman/10.04.2019

A frança ainda não está pronto para ratificar o acordo comercial assinado entre a União Europeia e o Mercosul, anunciou na terça-feira (2), o porta-voz do governo francês, Sibeth Ndiaye.

“Vamos analisar em detalhes, e, consoante esses detalhes, vamos ajudá-lo a decidir. De momento, a França não está pronto para ratificar o tratado”, disse Ndiaye, em uma entrevista para o canal de notícias BFM-TV. Ver também, em comum Acordo com o Mercosul e a UE deve tomar 2 anos e meio para entrar em vigor, com o Acordo da UE com o Mercosul, ele vai baixar o preço dos carros no Brasil

O porta-voz para os países do mercado comum do sul (Brasil, Argentina, paraguai, Uruguai e Paraguai), eles devem oferecer uma garantia para a França, para a ratificação do acordo, como aconteceu no Canadá antes de assinar o acordo de comércio com a UE, o chamado Acordo de forma Abrangente, econômica e Comercial (CETA, na sigla em inglês).

“Que era o que nós estávamos dizendo sobre CETA, há uma criança de cinco anos não é o mesmo que o que dizem sobre você hoje, Como no CETA-de-cinco-anos atrás, hoje não. Existem algumas salvaguardas que temos tido discussões com o governo canadense,” disse Ndiaye.

O porta-voz pediu que o governo francês para examinar “cuidadosamente” o texto antes de comprometer-se a ele: “Agora, eu não posso dizer que estamos indo para ratificá-lo.”

Por sua parte, o primeiro-ministro de Transição, ecologia e Solidariedade, François de Rugy, ele apontou que uma das “consequências indiretas” do acordo com o Mercosul, o Brasil comprometeu-se a não deixar que o Acordo de Paris sobre a mudança do clima.

No entanto, ele lembrou que no tratado de mercado não tenha sido aprovada ainda, e não ser se o Brasil não cumprir com seus compromissos em matéria de ambiente.

“Não haverá ratificação, e se o Brasileiro continuar com o desmatamento da Amazônia,” disse De Rugy.

A frança tem sido desde o início, um dos países mais relutantes para fechar o acordo com o Mercosul, devido, principalmente, às cauções exigências ambientais, e a pressão dos fazendeiros, e, especialmente, para a importação de animais da espécie bovina e engenho de açúcar.

O técnico negociações para um acordo entre a UE e o Mercosul começou na cidade de Buenos Aires, em abril de 2000, e desde então, já foram mais de 30 rodadas, é um processo complexo, mesmo com o bloco no longo prazo.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757