Geral

O MP pede a prisão de Pimentel, e indenização de us$ 5 milhões – Notícias – R7, Minas Gerais

A sério, está sendo investigada pela operação de um Acrônimo para Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr) – 30.11.2011

O Ministério Público eleitoral de Minas Gerais, pediu ao tribunal para Belo Horizonte para a prisão do ex-governador, Fernando Pimentel (PT), o crime de falso testemunho, para efeitos da eleição, além do pagamento de indenização aos cofres públicos no valor de us$ 5 milhões.

O processo criminal contra o ex-governador, Fernando Pimentel, é um dos processos no desenrolar da operação, por Resumo, iniciado em 2014, pela Polícia Federal, e eles têm um petista, como na análise principal.

Leia mais: o Governador, a Mina vira-se para o réu por corrupção e lavagem de dinheiro

De acordo com a acusação do ministério público, Fernando Pimentel, foi omitido o R$ 1,4 milhão em sua conta de campanha em 2010, quando ele concorreu ao Senado.

O valor que teria sido usado para pagar todas as despesas com a empresa Pepper Comunicação Interativa, Ltd., qual foi contratada pela petista, para fornecer serviço de comunicação digital. Apesar de ter declarado ser uma despesa do oficial de us$ 10 milhões), Fernando Pimentel, foi incapaz de eleger um senador, mas acabou vencendo a eleição em 2014, quando tornou-se governador. O caso foi o primeiro exemplo, na cidade de Belo Horizonte, após a Sério a perder o fórum especial do gabinete do governador.

Declaração

Em uma declaração em relatório a vencedora da operação, a Sigla da Polícia Federal alemã, o dono da empresa de mídia, Danielle Miranda Fonteles”, disse ele, que é o primeiro ponto de contato foi no montante de R$1.500.000,00, e só depois é que ele é uma combinação de como será pago. De acordo com o declarante, a informação de como seria efetuado o pagamento veio de “pouco a pouco”. Veja também: Vídeo: um campeão no UFC, Holloway participa no desafio e, em seguida, abre-se a tampa do frasco com o chute e tiro os Agentes da PF, são presos suspeitos de vazar os dados das investigações da Polícia Federal para a cimeira de Minas Gerais, de TRÊS dias de tomada de decisão em ação contra Fernando Pimentel

Em outro ponto na audiência, Danielle Fonteles, revelou que Fernando Pimentel, disse que os nomes das empresas que estavam indo para fazer o pagamento de r$ 1,5 milhão. O gerente disse que não há nenhuma evidência para mostrar que os serviços de mídia digital, foram efetivamente entregues. Com as alegações finais da acusação e da defesa, no processo, ele está pronto para ser levado a julgamento.

Em seu parecer, o Ministério público Eleitoral sustenta a condenação, alegando que o Fernando Pimentel, que tem uma alta posição social e o sistema político, portanto, tinha pleno conhecimento do caso. E que é o petista adotou a “conduta do louco, a Justiça, a prestação de contas de são falsos.

Por outro lado,

Em um comunicado, o advogado, Fernando Pimentel, disse que não sabia das alegações finais do Ministério Público de Votos. Ele afirmou que é apenas a manifestação do ministério público, que não é uma surpresa, e que vai se manifestar no momento. O advogado da empresária Danielle Fonteles foi solicitado, mas você não atender a chamada.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757