Geral

O supremo tribunal Federal nega o recurso, a serviço do Estado em que ele exigiu de CESSAÇÃO do atrasada – Cidades – R7 Gazeta Digital

PIS/Pasep 236 A economia do Recém-Digital

A Sexta turma do TRF-1ª Região, por unanimidade, rejeitou um recurso do empregado e manteve a sentença de um juiz do tribunal regional Federal da 8ª Vara no estado do Mato Grosso, que rejeitou a alegação de que o acórdão do banco Caixa Econômica Federal (CEF), para o pagamento do depósito referente ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), para o período de janeiro de 1986 a outubro de 1990, a festa continuou com o emprego do Departamento estadual de Rodovias e Estradas no Estado de Mato Grosso (Dermat).

O relator, desembargador federal Jirair Aram Meguerian, o exame do caso, destacou que, de acordo com o relatório dos peritos incluído nos registros do tribunal concluiu que todas as habilidades são recolhidos em atraso para o empregador, Dermat/MT, para o período alegado, tem sido efectivamente creditadas contra a requerida.

De acordo com o perito, para a conversão da moeda acabou para o bash, os valores dos “depósitos em atraso”, e resultou no lançamento dos valores, sob o título “a JAM é recolhidos”.

Para o juiz de uma sentença que, ancoradas a sua decisão sobre o relatório apresentado pelo perito,” mesmo que o resultado das provas do exame de códigos utilizados para a Caixa, bem como a confirmação do depósito dos 58 competências que estão atrasadas, qualquer declaração em contrário tem sido apresentados pela parte atraente, para ser capaz de negar a tal conclusão, por um tempo apoiar o seu recurso nas afirmações e inferências, dissociado dele.

Da mesma forma, observou o chefe do país, de acordo com o argumento de que a irresignação não merece prosperar, pois, além de não ter qualquer associação entre os resultados obtidos a partir de outros requisitos, da mesma forma, os resultados dos testes não são destoantes, pois compartilham um entendimento comum de que, “como confirmou o SFC liquidação para a parcela de pagamento do FGTS por parte do empregador, é sua a responsabilidade de identificar as contas que estão ligados a organizações GOVERNAMENTAIS, não ser capaz de carregar o empregador da obrigação de cumprimento do enredo”.

A partir dessa perspectiva, é que não vale a pena os reparos, os termos da sentença, porque não é confrontado com as provas concretas para provar o contrário.

O conselho seguiu o parecer do relator.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757