Geral

RJ Jovens em situação de vulnerabilidade, vai ser um estagiário no departamento de trânsito – Online – R7 ao Rio de Janeiro

Detran RJ, promove a ação de jovens que vivem no vulnerabiidade Jogar com o Google Street View

Os jovens que vivem em situações de vulnerabilidade nas comunidades do Rio de Janeiro, vai começar a trabalhar no Detran-rj(Departamento de veículos a motor no Estado do Rio de Janeiro). Um acordo do conselho de administração, com o Secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, o Rio vai providenciar para que, até o final do ano, e 245 adolescentes para atuar em uma variedade de funções em áreas como tecnologia da informação, certificado de segurança, de controle interno, fundos de penalidades, e também na educação do país.

Durante a assinatura do acordo, assinado na segunda-feira (8) pelo secretário, e o presidente da FIA (Fundação para Infância e Adolescência), A Bentes, o presidente do Detran, rio de janeiro, Luiz Carlos Neves), estavam presentes em 35 dos jovens que fazem parte da primeira turma da formação prática do dia-a-dia administrativo no departamento.

A oportunidade

O ex-Maria Teresa Mesquita, de 74 anos, foi à cerimônia para acompanhar seu neto que mora com a mãe em Bento Ribeiro, na zona norte. “Nós não temos o dinheiro para pagar o curso. Ele corrige telefones celulares, e você vai ser capaz de fazer ciência da computação, e para crescer. Nós queremos que eles cresçam. Eu sou aposentado e recebo um pouco, é uma oportunidade que vai depender de você agora, para ele, de se envolver, mesmo para buscar uma carreira, porque ele tem uma chance,” ele disse, revelando ainda que ele estava muito feliz.

Pedro Henrique Marcelo de Souza Santos, uma jovem de 16 anos que vivem na comunidade do Chapéu Mangueira, no Leme, zona sul do Rio de janeiro e está a estudar em uma escola em Roma e do público na cidade. O jovem está ansioso para começar a experiência em primeira mão de obra.

“Essa é uma experiência muito boa para mim. Eu estudo de manhã e sair para a escola para ir trabalhar”, disse o jovem, que pretende prosseguir uma carreira militar no Exército, mas você também está pensando em fazer um curso para estudar no exterior. “Para ter uma vida melhor.”

O estágio terá início na terça-feira (16), mas, na véspera eles estão todos indo ir através de um processo de orientação para conhecer todas as instalações do Detran. Para a maior parte vai ser um estagiário no escritório do conselho, no centro do Rio.

Durante o ano, os jovens vão trabalhar em um dos dois turnos de quatro horas. O buffet de pequeno-almoço é das 9h às 13h e à tarde, das 14h às 18h. O horário foi escolhido para permitir uma volta com os jovens possam frequentar a escola.No trabalho, eles vão receber uma bolsa de r$ 400, e também ajuda no transporte de$100, e para o fornecimento de até R$50.

Vulnerabilidade

O secretário informou que a FIA tem nenhum outro contrato estiver em operação, pelo que 120 jovens para fazer estágios na sede da Procuradoria-Geral do Estado. “Queremos expandir, não apenas em outros setores, como o setor privado. Esses jovens não são parte do Programa Jovem Aprendiz, que é um processo de seleção os alunos que estudam com a gente. Nossa Fundação é que os jovens que estão em medidas socioeducativas, com um alto grau de vulnerabilidade social aumentou. Eles são jovens que precisam de apoio. Não é uma oportunidade de trabalho é um apoio para um órgão para tirá-los de um ambiente de vulnerabilidade e, acima de tudo, de medidas sócio-educacionais, re-enter para ter uma chance no futuro”, disse Fabiana Bentes.

“Eu não acho que eles estão ansiosos para começar. É um tempo de renovação e esperança, pois estamos em um estado que é muito violento, com um monte de pessoas desempregadas e a situação é crítica, então, que esses 35 jovens, desde o início, e para mais de 210 até o final do ano é o mesmo. Eles vêem este programa, de tal forma que eles dizem que precisam”, disse o secretário.

Carreira

O presidente do Detran, há uma possibilidade de incentivar os jovens a escolher uma carreira que deseja seguir, porque o corpo age de tal forma que o multi-disciplinar, com uma variedade de funções. “Ele tem uma ampla gama de disciplinas e planos de carreira que essas jovens mulheres, pode acordar e ir para um caminho que é escorreito, para fugir deste problema, e em um provável ambiente hostil. Eu fui para a escola pública, e eu tive a chance. No Dmv, todos os meus formandos foram capazes de ocupar um posto de trabalho. Hoje, o assessor da presidência, foi estagiário. É importante fazer esta oportunidade a possibilidade de seguir um caminho do bem,” ele disse.

Antes de ser selecionada para o estágio, todos os adolescentes passaram a PTPA Programa (“o Trabalho protegido ao Adolescente), desenvolvido pela FIA para oferecer o adolescente em situação de vulnerabilidade, uma oportunidade para a inserção qualificada no mercado de trabalho por meio de parcerias, que são promovidos pela Fundação, e com instituições públicas e privadas. A idade mínima para entrar é de 15 anos de idade e cerca de 4 meses e eles têm informações sobre cidadania, língua portuguesa, matemática e ciência da computação. Depois de ter passado pela fase quando você atingir a idade de 18 anos, eles são encaminhados para o programa Jovem Aprendiz.

“Nós trabalhamos com empresas que têm de um Jovem Aprendiz para ajudar você a fazer o seu currículo e enviar. Temos muitas ondas, mas então eles estão prontos”, disse o diretor de bem-estar social da FIA, Tania Gil para sair.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757