Geral

Suspeito de aplicar golpes pela compensação do Vale, são presos – Notícias – R7, Minas Gerais

Os moradores de Brumadinho, tem direito a indenização por Adriano Machado/Reuters – 29.01.2019

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu 10 pessoas suspeitas de aplicar greve, para receber a compensação do Vale, através da violação da barragem da mineradora, no município de Brumadinho, na grande Belo Horizonte, brasil. Três prisões foram feitas na segunda-feira (8). Os outros sete na última quinta-feira (4).

A fraude foi o caso com documentos falsos. Através de um acordo com o Ministério público, os moradores de Brumadinho, tem direito a indenização em caso de emergência, devido ao desastre. Uma parte do grupo, no entanto, vivia nas proximidades da cidade de Sarzedo.

A região de Brumadinho é o lar de aves e mamíferos ameaçados de extinção

No golpe, um dos presos, que estão entre os presos hoje, falsificava e venda de declaração com carimbo e assinatura de uma enfermeira do posto de saúde na cidade, que ele acreditava que as pessoas que vivem em Sarzedo estão envolvidos no golpe foram viver em Brumadinho.

A Polícia entrou em alerta depois que a Pena notar que o grupo estava usando o mesmo endereço de e-mail, a fim de reclamar o pagamento dos danos. O grupo de presos, um deles era um fornecedor de documentos falsos, e oito foram moradores de Sarzedo. Parte da era da mesma família. Foi realizada, ainda é um residente de Brumadinho, que forneça os endereços a serem usados no esquema.

Justiça mantém o bloqueio de R$ 5 bilhões, no Vale de ação climática

A Polícia descobriu que os beneficiários do esquema, foi pago entre us$ 500 e us$ 700 para que a expressão seja falsa. O montante da indemnização já tiver sido recebida por pessoa, de acordo com a pesquisa, oscilando entre R$ 5.000 e R$ 12 milhões. A quantidade varia, porque algumas das pessoas que há crianças envolvidas. As reivindicações estão a ser pagos com base no número e as idades dos membros da família.

Uma parte do grupo que vai a resposta para uma formação de quadrilha. Todos vão responder por furto. A mulher que morava na casa, será expressa também por falsidade ideológica. “Para o crime de furto, prescrever, com a idade de 12. Vamos investigar tudo antes disso, e enquanto a pessoa está fazendo uso deste benefício, você está sujeito a prisão em flagrante”, disse o vice de Brumadinho, Ana Paula Gontijo.

De acordo com o executivo, o conselho está a participar na fraude, anulando-se todos os benefícios, a fim de evitar prisão em nova york. “E se você der o dinheiro de volta, você pode ter para reduzir a pena para o furto, e que é de até cinco anos de prisão”, disse Ana Paula.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/raviera/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757